1

Educar X Criar

Por: Mônica de Souza Rodrigues

download (2)

Criar e educar são a mesma coisa? Ou são funções que se assemelham? Ou são opostos? Afinal, o que significa criar e/ou educar???

A função de criar e educar uma criança requer muita responsabilidade de quem se dispõe a tal oficio. Além disso, também exige muita dedicação, disciplina, sabedoria e, sobretudo, muito amor.

download (1)

Educar e criar se parecem muito, afinal fazem parte do desenvolvimento emocional e cognitivo de uma criança! Para mim, criar é dar o alimento, o vestuário, moradia, estudo…enfim, dar o sustento, dar condições de sobrevivencia a uma pessoa. Já educar….ah! é bem mais difícil! Você tem que dar educação, ensinar boas maneiras, respeitar as pessoas, as diferenças, ensinar a escolher o melhor caminho, mas qual é o melhor caminho? Nem a gente sabe ao certo…Sabemos que é errado roubar, matar, ferir,ofender… Sabemos que devemos ensinar as palavrinhas mágicas como muito obrigado, por favor, desculpa, com licença, ensinar bons modos, dar limites, dizer Não. Nossa, é muito difícil essa tarefa: Educar o filho para o mundo e para os percalços que ele nos remete!!!

educação

Nos dias de hoje, tem muitos pais transferindo a sua tarefa de educar para a escola. Acreditam que porque pagam altas mensalidades a escola tem o dever de fazer a parte que lhes cabe, colocando no mundo crianças sem limites, gerando adultos inconseqüentes que acham que o dinheiro compra tudo. Hoje temos professores apanhando em sala de aula. Que absurdo! Que falta de respeito e de educação!!!

1-Educar é permitir e proibir

Educação, taí a palavra chave. Essas crianças inconseqüentes foram criadas, não educadas!

como-educar-filho-unico

De acordo com a quarentando Juliana, a gente cria tudo…pode-se criar galinhas, porcos, expectativas….e filhos. Já educar, precisa de doação. Dá muito mais trabalho! Exige comprometimento e para isso tem que ter amor, caso contrario, só se cria mesmo! Ela ainda cita a famosa frase do psiquiatra e educador, Içami Tiba, Quem ama educa!

9523852014-05-11 12.19.13

E o que nos diz a voz da experiência??  Praticamente contrariando tudo o que foi dito até agora, mas ao mesmo tempo completando as idéias já expressadas… a professora de primario aposentada, Claire Maria de Souza, minha mãe e mestre na arte de educar e aconselhar, nos diz que Criar é dar existência, é originar. O criador tem autoridade sobre sua obra, ou seja, a criatura e tudo que é criado é de responsabilidade de quem o deu vida, o criou e o gerou. Criar uma obra ou uma arte é um privilégio que dá legítimos poderes ao seu autor.

DSCN1292

Criar um filho é poder comparar-se a um artista: é moldar, lapidar sua obra prima para que se transforme na mais bela e perfeita criatura. É cooperar com Deus na sua obra da criação.

Educar é dar condições de crescimento intelectual, emocional, espiritual e investir na sua formação humana, social e profissional. Para criar e para educar é preciso amar. Exige doação, paciência, confiança, determinação e bons exemplos.

4-principios-bsicos-da-educao-25-728

E você concorda com nossas opiniões? Acho o tema um tanto quanto complexo para encerrar o texto por aqui. Por isso, deixo o final aberto…esperando os comentários de vocês…

moni assinatura

Botao

Anúncios
1

Nove meses

Por: Mônica de Souza Rodrigues

9-meses-de-gravidez-001

Esses tempos li uma reportagem sobre a gravidez de 12 meses! Como assim?!? Simples, são os nove meses de gestação e três meses de preparação para a mulher, futura mamãe! A minha primeira impressão foi achar desnecessário, pois se a mulher já está querendo engravidar, ela já está preparada! Talvez sim, talvez não! Mas aí eu me pergunto, e para aquela mulher que não está planejando uma gravidez e ela chega??? Como se preparar? Ah! Mas a mulher já tem o instinto materno!! Até tem, mas não é lá muito fácil se adaptar aos tropeços de uma gravidez de surpresa. Além da alteração hormonal, tem toda uma alteração de planos e projetos, financeira e emocional, enfim, realmente é um turbilhão de emoções. Ainda bem que tem os nove meses…

Como-contar-as-semanas-de-gravidez-Copia

Aproveitando o gancho da gravidez de surpresa, até acontecer comigo eu não entendia muito bem como que uma mulher engravida sem querer… pois é, meu amigo cara pálida, a camisinha fura, o ciclo menstrual altera, o comprimido falha, de mais a mais, quando Deus quer, não adianta não querer…são planos divinos que na hora a gente não entende! Mas, deixando a espiritualidade e religiosidade de lado, é preciso muita preparação psicológica para se adequar as mudanças que virão! Ainda bem que tem os nove meses…

9-meses-gestação

Falando nos noves meses de gestação… é um tempo para a mulher se preparar para ser mãe, o corpo vai mudando, os hormônios vão alterando, todo mundo vai bajulando…e a mulher vai curtindo esse momento mágico!  Sentir o bebe mexer então? Quanta emoção saber que tem uma vida na tua barriga!Maravilhoso! No entanto, esse tempo de preparação não prepara tanto assim a mulher! Ela não faz idéia do que esta por vir, por mais que todos digam “aproveita para dormir agora”…

Quer saber? Dormir é o de menos, pois com o tempo você se acostuma com poucas horas de sono! O x da questão está em se adaptar a entrega que é profunda e total. Esses tempos ouvi de uma amiga recém mãe, “ninguém me falou dessa parte, que iria ser tão difícil”. A amamentação é difícil e geralmente dolorosa (o bico racha, o leite empedra), e a gente esquece que tem vida própria. Quando o bebe nasce, alem de uma nova alteração hormonal, tem uma vida dependendo de ti, se você não amamentar ou dar a mamadeira, ele não come! Se você não trocar a fralda, dar banho, vestir….aquecer o bebe no seu colo…ele não vive! E no decorrer do dia, a mamãe vai atendendo as necessidades do bebê, as horas passam e ela não fez nada por ela mesma: um banho demorado e gostoso por exemplo? Deleta, exclui porque é simplesmente impossível!

Na hora de amamentar

Uma outra amiga me contou que a sobrinha dela que ganhou bebe há um mês, estava comentando aflita que antes do filho nascer, ela ia e vinha aonde quisesse, pegava o carro e seguia seu destino. E agora com o filho? Não dá para fazer mais nada!

Eu também comentei com uma prima que está grávida: aproveita agora porque a mudança na nossa vida depois que o filho nasce é de 180 graus. Nada é como antes!

images

Na verdade, o que acontece é que nós, mulheres de hoje, não paramos em casa: trabalhamos fora, temos o nosso dinheiro…vamos ao mercado, ao cabeleireiro, manicure, saímos com as amigas e etc. E depois de 39 ou 40 semanas de gestação, da noite para o dia, tudo muda e você não pode mais fazer nada disso por um bom tempo! Ainda bem que tem os nove meses….mas, a mulher realmente aproveita os nove meses para se preparar? Quando é o tempo certo para se preparar?

shutterstock_80458351

Analisando tudo isso foi que pensei sobre os quatro meses de licença maternidade. A mulher gestante procura trabalhar até o último dia de gravidez para aproveitar a licença maternidade depois que o bebe nascer. Na minha opinião, acho que a mulher deve pegar a licença, pelo menos,  uns quinze dias antes e começar a desacelerar e realmente se preparar para a nova fase da vida. Uma fase que transforma a vida para sempre e que, depois de tudo no lugar, não existe coisa melhor na vida.

LICENCA-MATERNIDADE

Ser mãe é maravilhoso, inexplicável em palavras, mas…são necessários bem mais que nove meses…

moni assinatura

Botao

0

Eu creio!

Por: Mônica de Souza Rodrigues

391456_358481794196199_289006251143754_1057529_49193471_n

Hoje vou falar de um assunto que apresenta divergência de opiniões e é dito por muitos que não se discute. Não se discute por que? Havendo respeito à opinião do outro, acredito que seja muito positivo, pois é através da pluralidade que crescemos e agregamos novos conhecimentos. Está em pauta a Religião!

Santa depredada 002

A princípio, é via de regra seguir os passos da nossa família. É o que se chama de tradição. Muitos se acomodam e não procuram crescer e nem buscar o entendimento e a compreensão das idéias e doutrina que nos foi passada. Mas, quando a consciência desperta fazemos então nossa adesão, que é uma forma consciente de tomar uma decisão, seja para continuar na religião tradicional da família ou para trocar escolhendo a sua por gosto, identificação, empatia. Por isso, é que digo que cada um escolhe a sua, conforme se sente mais acolhido!

images (3)

Eu sou Católica Apostólica Romana – batizada e crismada! Nasci, cresci e fui criada nessa religião e sou praticante: procuro ir à missa nos domingos (e isso me renova as energias), rezo – quase todas as noites, faço novenas…e sou feliz, me encontro e sou atendida na minha crença e na minha religião.

65cb42d2-cd02-4621-880a-10c78577725e_x365

No entanto, isso não me impede de conhecer e respeitar a religião e a crença de outras pessoas. O Brasil é um país que possui uma rica diversidade religiosa – cristã, islâmica, afro-brasileira, judaica e etc. E entre a crença cristã que é a maior de todas totalizando 87%, temos os católicos e os evangélicos. Segundo o site Sua Pesquisa, de acordo com o Censo do IBGE de 2010, 64,6% da população brasileira é católica; 22,2% evangélica; 2% espírita; 0,3% umbanda e candomblé e 8% sem religião.

t_campos21

 Teve um tempo em que Eu e a Juliana tivemos uma amiga da Igreja Batista, o que não impedia que tivéssemos uma amizade consistente e verdadeira, afinal a fé é a mesma. Também já tive amigas que seguem a Cartilha Allan Kardec (espírita) e respeitando a crença de cada um, sempre dá certo! O importante acima de tudo, é sabermos que cremos num só Deus, temos uma só fé! A forma de chegar até Ele é que é diferente.

image14

Um grande exemplo de respeito às religiões vem do maior líder da Igreja Católica, o Papa Francisco, que está pregando a crença, a fé em Deus e a irmandade entre todos, sem divisões! E não, criando rivalidade entre religiões e seus fiéis.

images (2)

Aqui em Siderópolis, minha cidade natal e onde meus pais moram, essa semana está acontecendo o III Cerco de Jericó, que consiste em adorações ao Santíssimo Sacramento, orações, confissões e missas durante sete dias e sete noites ininterruptamente. A inspiração para essa celebração veio do Antigo Testamento quando Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu para tomar posse da terra prometida. E a cidade de Jericó tinha uma fortaleza inexpugnável. Chegando lá, depois de rezar por seis dias e seis noites incessantemente, no sétimo dia as muralhas de Jericó caíram. Hoje, reza-se para que se derrubem as muralhas do ódio, da inveja, da maldade em geral de todos nós.

images (4)

Enfim, como já disse no começo, conforme o ditado: política, religião, futebol e gosto não se discute!!! Será? Às vezes a discussão pode trazer resultados bastantes positivos.

Aqui deixei um relato da minha experiência e da minha fé!  E quem tem fé de verdade, remove montanhas!!!

images (52)

moni assinatura

Botao

Fonte: http://www.suapesquisa.com/religiaosociais/religioes_brasil.htm

2

O peso da idade

Por: Mônica de Souza Rodrigues

peso da idade

O dia do meu aniversário de 40 anos foi apenas mais um dia de aniversario. Para mim, e acredito que para a maioria das pessoas perceber o passar dos anos, o envelhecer, não acontece no dia em que completamos a idade, mas sim no decorrer dos dias e na percepção dos limites que acabamos sentindo ao longo da vida.

Digo isso porque, principalmente agora que estou passando pela experiência da maternidade pela segunda vez, estou percebendo meus limites para algumas coisas…e uma delas é a paciência, ou a falta dela!!!

tumblr_m4yp4pD28O1rull1eo1_500

Por exemplo, na experiência de ser mãe: quando tive o Gabriel aos 33 anos, os quatro meses de licença maternidade foram mais bem aproveitados. Eu ficava em casa com ele, fazia os serviços domésticos e curtia a tarde com ele. Agora, parece que não tenho mais tanto tempo disponível e tenho pressa de tudo. Tenho pressa de voltar a trabalhar, tenho pressa que ela chegue aos 6 meses, tenho pressa de voltar a ter as rédeas da minha vida em minhas mãos… Tem certas atividades aos 40 que minam o resto de nossas forças. E vou dizer uma coisa pra vocês, a entrega para a maternidade requer muita disposição. Há quem diga que quando a mulher é mãe mais velha, tem mais tempo para se entregar. Na verdade, temos mais maturidade e sabedoria.

images

Essa semana li um artigo no Facebook de uma mãe, a Ana Claudia, que tem o Tumbler Mãe de 3, na verdade foi um desabafo se absolvendo dos deslizes dela como mãe. Muito bom, muito real! Eu também me absolvo!!! Mas com relação aos meus filhos, continuo aprendendo e vendo que paciência com eles é fundamental para o bom desenvolvimento e crescimento deles…

images (1)

Ser mãe aos 40 tem seus prós e contras (na verdade em todas as idades tem o lado positivo e o negativo, né?). Mas agora, apesar de eu já não ser mãe vou de primeira viagem, estar com a vida mais estabilizada, a resistência e a paciência são menores.

gravidez-após-40-anos

Mas, na realidade, além da falta de paciência para a maternidade, percebo que também já não tenho paciência para coisas pequenas, com picuinhas do dia a dia. Sinto como uma falta de tempo com preocupações desnecessárias. E o curioso é que só percebemos isso com a idade. E ela, a idade é cruel. Pois com o tempo ela te dá sabedoria, mas te tira a resistência e a paciência. Ainda bem que temos conhecimento para discernir o que realmente importa: a família, os amigos, viver bem…fazer o bem!!!

z3nyq5

Agora aos 41 anos, olho para traz e vejo como dei importância a coisas que só me desgastaram e tiraram meu sono. Se fosse nos dias de hoje, com certeza não perderia tempo e nem dinheiro com certos acontecimentos. No entanto, ao mesmo tempo, percebo que essa caminhada foi essencial para formar essa mulher de agora: sem resistência e sem paciência para picuinhas.

Calma! Eu não sou impaciente! Eu, apenas, não tenho paciência para algumas coisas…

Hoje, tenho preguiça de me envolver em discussões que não levam a nada, prefiro me calar e recuar, mas isso, a gente adquire com o tempo e com o peso da idade!

maturidade

Tem um ditado que diz que a vida começa aos 40! Na verdade, acredito que a vida leve, com sabedoria, com menos resistência e paciência, mas com muita certeza do que se quer e o que não quer…essa sim, começa aos 40!!!

aa51c09ecb3e4ef0e4259161aa91768a

moni assinatura

Botao

1

O que é estar na moda

Por: Mônica de Souza Rodrigues

I-love-moda

Você sabe o que é moda? Moda, segundo o dicionário Wikipedia, “é a tendência de consumo da atualidade. Ela é composta de diversos estilos que podem ter sido influenciados sob vários aspectos. Acompanha o vestuário e o tempo, que se integra ao simples uso das roupas no dia-a-dia. É uma forma passageira e facilmente mutável de se comportar e, sobretudo, de se vestir ou pentear.”

desenho-moda

Portanto, estar na moda é estar de acordo com os padrões estipulados por empresas e marcas interessadas em vender seus produtos e também estar usando/vestindo o que todos ou a maioria usa. Esse é o conceito de moda no vestuário, mas no dia a dia lidamos com vários tipos de moda. Moda de música, de gírias, de aplicativo, tem o assunto da moda também. Enfim, tudo é moda!

images

No caso dos assuntos da moda, em âmbito nacional, os mais comentados nos últimos tempos pode-se citar a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo e a repercussão da mesma depois do comentário do jornalista Zeca Camargo; a discriminação racial feita contra a jornalista Maria Julia Coutinho, a Maju, que gerou uma grande manifestação nas redes sociais com a #somostodosmaju demonstrando a indignação de uma grande massa contra o racismo que, por incrível que pareça, ainda existe em pleno século XXI. E em âmbito regional, a declaração do ator Mauricio Destri no programa Domingão do Faustão, sobre a falta de cultura na sua cidade natal (Criciúma). Esse assunto repercutiu muito por aqui deixando muitas pessoas revoltadas. Porém, não discordo dele, pois realmente temos muito pouco incentivo cultural e, mesmo que tivesse, é preciso lembrar que a coisa só acontece mesmo no eixo Rio-São Paulo.

maria-julia-coutinho-estreou-como-moca-do-tempo-do-jornal-nacional-no-dia-27-de-abril-1432652525373_751x500

Já para os aplicativos temos vários, mas um que viralisou rapidinho foi o Parents Like, que demonstrava a semelhança familiar entre pais e filhos.

download (1)

Sendo assim, conforme outro conceito do dicionário, Moda é um conjunto de opiniões, gostos, assim como modos de agir, viver e sentir coletivos.

Ainda nas minhas pesquisas sobre moda, encontrei no site: http://modahistorica.blogspot.com.br/2013/05/o-que-e-moda.html, que a palavra moda começou a ser usada com o nascimento da burguesia na Europa, mais precisamente na França de Maria Antonieta. Mas o primeiro grande ícone da moda foi Luis XIV (o rei sol) no século XVII, devido a sua vaidade excessiva.

download

E assim segue o mundo, a vida, com a grande maioria das pessoas procurando, às vezes até sem perceber, estar na moda e seguir padrões pré-estabelecidos pela indústria da moda. E para lançar seus produtos, também é preciso se utilizar de pessoas da moda. Isso mesmo! Tem pessoas, personalidades que estão na moda. Tudo o que usam ou fazem viram moda! Gisele Bündchen, por exemplo, a top das tops, tudo o que ela faz, toca vira ouro, ou melhor, vira moda! E assim também tem as It girls como a Tassia Naves, tem as blogueiras e assim vai! Isso sem falar no corpo da moda, ou seja, corpo magro que veste tamanho 38 e que muitas mulheres almejam. No entanto, é preciso se aceitar e aceitar o tamanho 42, 44, 46… ser linda e estar na moda sim!

images (2)

Creio que esse assunto leva a muitos outros, pois no fundo, cada um tem seu estilo e faz a sua moda.

Acredito ainda que a única coisa que nunca deveria sair de moda é o sorriso aberto, a simpatia, a alegria e o ser pró-ativo. Todos esses fatores contribuem, com certeza, em deixar uma pessoa mais iluminada e mais feliz. Para mim, estar na moda é estar de bem com a vida também e deixar transparecer a beleza interior. Enfim, resumindo, estar na moda é estar feliz!

tumblr_mmjl63eUid1soi6pwo1_500

moni assinatura

Botao